full screen background image
14424015_1706831139642331_1747519285_o

Netflix adaptará livro do Stephen King que nenhuma outra produtora quis adaptar

Jessie é uma mulher se encontra algemada numa cama, sozinha, no meio do nada, após seu marido morrer de ataque cardíaco durante brincadeiras sexuais do casal. Esse é o roteiro do livro Jogo Perigoso (Gerald’s Game) de 1992, escrito por Stephen King. Este livro é considerado impossível de ser filmado, pois além de boa parte da da história se passar dentro da cabeça de Jessie (pois a situação em si é enlouquecedora), o livro tem várias cenas EXTREMAMENTE agoniantes, como a dos l… não, vou deixar pra vocês assistirem!

O diretor Mike Flanagan (O Espelho) foi escalado para ficar à frente deste filme. Mike já tem o roteiro pronto desde 2014, mas nenhuma produtora quis custear a produção. então apareceu a Netflix e…. vocês já sabem! E um detalhe importante: a Netflix deu carta branca pra Flanagan fazer o que bem entender, sem cortar absolutamente nada do filme! Se preparem!

Flanagan já teve outra produção em streaming. Foi Hush – A Morte Ouve. Segundo Flanagan, “A Netflix não libera os números, mas eu sei que ele foi muito visto porque vi muita gente falando sobre ele e nos elogiando, o que é sempre maravilhoso”. Hush foi elogiado também pelo próprio Stephen King, via twitter.

king-hush

Quão é bom é HUSH? No mesmo nível de Halloween e – mais ainda – Um Clarão nas Trevas. Hora de tensão. Na Netflix.”

Atualmente, o filme O Sono da Morte, dirigido por Mike Flanagan, está em cartaz nos cinemas, e dia 20 de outubro entrará mais um filme em cartaz: Ouija: A Origem do Mal.



Raniere Sofia, 33 anos, criador da Encontros Literários, leonino, nascido em Angra dos Reis, morador do Rio de Janeiro, vascaíno, escritor, estudante de Estatística na UERJ, fã de Stephen King, Tolkien, Star Wars, Marvel, C.S. Lewis, Douglas Adams, e Doctor Who (começou a acompanhar a série clássica em 2014). Leitor compulsivo e cinéfilo.