full screen background image
darktowerart3112012

Nikolaj Arcel (O Amante da Rainha) é confirmado para dirigir a adaptação de Torre Negra!

De acordo com o site Deadline, o cineasta dinamarquês Nikolaj Arcel (diretor de O Amante da Rainha) foi confirmado, após mais de um mês de negociações, para dirigir a adaptação do primeiro livro de A Torre Negra, intitulado O Pistoleiro. Além de dirigir, Nikolaj, que é fã da série de livros, deve reescrever o roteiro da adaptação — que já passou pelas mãos de Akiva Goldsman (Eu Sou a Lenda) e Jeff Pinker (O Espetacular Homem Aranha 2). Esta adaptação está programada para ser a primeira de ma franquia, que contará também com uma série de TV.

nicolaj-arcel-400x572

Além de “Torre Negra”, Nikolaj está envolvido na nova versão do clássico “Rebecca, A Mulher Inesquecível” (1940), suspense de Alfred Hitchcock, e na biografia de Robert Kennedy, que será estrelada por Matt Damon (“Perdido em Marte”, que estreará este ano nos cinemas).

Toda produção do projeto de A Torre Negra permanece nas mãos de Brian Grazer, sócio de Ron Howard na Imagine Entertainment, desde 2010. Originalmente, a adaptação seria dirigida pro Howard e estrelada por Javier Barden (007 – Operação Skyfall) e, depois, por Russell Crowe (Noé). A contratação do elenco definitivo deve começar agora, já que Nikolaj Arcel foi confirmado.

A série Torre Negra, do Stephen King, conta com oito livros (sendo sete da série original e um livro extra) e cinco HQ’s, que contam a história antes da saga dos livros. Torre Negra, inspirado em J.R.R. Tolkien e no poema épico do século XIX “Childe Roland à Torre Negra chegou”, conta a história de Roland Deschain, o último pistoleiro de Gilead, que pretende salvar a Torre Negra (eixo de todo tempo e espaço) da destruição pelas mãos do Rei Rubro.



Raniere Sofia, 33 anos, criador da Encontros Literários, leonino, nascido em Angra dos Reis, morador do Rio de Janeiro, vascaíno, escritor, estudante de Estatística na UERJ, fã de Stephen King, Tolkien, Star Wars, Marvel, C.S. Lewis, Douglas Adams, e Doctor Who (começou a acompanhar a série clássica em 2014). Leitor compulsivo e cinéfilo.