full screen background image
cats

NÃO ME PEÇA PARA MANTER A CALMA

PRECISAMOS FALAR SOBRE ESSA VOZ IRRITANTE EM SUA CABEÇA

Se no dia que cheguei a Nova York para começar minha carreira em telejornalismo, você dissesse que eu acabaria usando a meditação para neutralizar o poder da voz dentro da minha cabeça, eu teria rido na sua cara.

Sim, o coâncora da ABC News dos Estados Unidos, inicia seu livro com essa frase um tanto quanto desaforada, mas que serve como uma isca para seu livro autobiográfico.

Em 10% MAIS FELIZ, Dan Harris (Editora Sextante; 224 páginas, 2015) nos leva em sua jornada de mudança de vida disparada por uma série de acasos, uma crise de pânico ao vivo no telejornal e uma experiência com consumo de drogas em meio a reportagens sobre os ataques terroristas de 11 de setembro e cobertura da guerra do Afeganistão.

Nesse livro curto, com pouco mais de 200 páginas, letras graúdas e sem grandes pretensões literárias, Harris conseguiu provocar reflexões construtivas. O fato de ele ser um cara relativamente comum, extremamente competitivo, vaidoso, inundado por pensamentos repetitivos e bastante corriqueiros, faz com que nos identifiquemos rapidamente com sua história.

A meditação não é para você se sentir de determinada maneira. É para sentir a forma que você se sente.

Acontece que o trunfo desse livreto é explorar com uma linguagem despida de “religiosidade” “espiritualidade” e até com ceticismo e agnosticismo os benefícios comprovadamente científicos da meditação. Naturalmente, por ser um profissional bem sucedido de uma grande rede de TV, ele teve a oportunidade de conhecer expoentes da área (Eckhart Tolle, Deepak Chopra, Dalai Lama) além de neurocientistas, psicólogos e cientistas com enorme dedicação ao tema (Daniel Goleman, Joseph Goldstein, Mark Epstein, Jud Brewer, Jon Kabat-Zinn) além de ter acesso as pesquisas recentes da Universidade de Harvard, Emory e Yale, onde são desenvolvidos estudos robustos com a utilização de modernos aparelhos de ressonâncias magnéticas, sobre os efeitos positivos da prática de meditação.

Figura 1 http://www.institutonanocell.org.br/os-efeitos-da-meditacao-no-cerebro/ acesso em 29/07/2015 às 17:02

 

Em seu livro ele nos conta sobre um estudo de Harvard que utilizando a ressonância magnética como parâmetro, foi evidenciado que após 8 semanas sendo submetidos a um protocolo simples de meditação foi o suficiente para provocar mudanças no cérebro dessas pessoas, que aumentaram a massa cinzenta nas áreas cerebrais associadas a autoconsciência e à compaixão, enquanto as áreas relacionadas ao estresse diminuíram.

As regiões em que a massa cinzenta encolheu eram, em termos evolutivos, as partes mais antigas do cérebro humano, bem acima da coluna espinhal, que guardam nossos instintos mais básicos. Por outro lado, as áreas que cresciam eram as partes mais novas do cérebro, como o córtex pré-frontal que evoluiu para nos ajudar a regular nossas urgências primais.

Em termos práticos, significa que a prática da meditação interferia na maneira como reagimos às situações, ou melhor, que ao invés de reagir nós respondemos inteligentemente as circunstâncias; basicamente nós PENSAMOS melhor.

Para mim, o livro de Dan Harris não é um primor de qualidade literária, mas cumpre com sua demanda original de ser um relato da experiência do jornalista com a prática de meditação e do quanto sua vida foi positivamente afetada por essa estratégia, e que, não invoca nenhuma atmosfera mística ou espiritualista, mas sim uma possibilidade de realizarmos higiene mental e desenvolvimento de um estado geral de bem estar e saúde. O título foi mais do que acertado, você pode ter a clareza de que ao colocar em sua vida a sistemática prática da meditação (e ele nos apresenta algumas delas) você incrementará sua felicidade em, pelo menos, 10 % do atual. Isso não é um ótimo retorno sobre investimento?

FICHA TÉCNICA:

Título: 10% Mais Feliz
Título Original: 10% Happier
Autor: Dan Harris
Editora: Sextante
Ano: 2015
Páginas: 224
Capa: Brochura
Tradução: Leila Couceiro
Idioma: Português
Edição: 1ª
ISBN: 978-85-431-0235-1



Daniele Modesto é psicóloga clínica, consultora na area de gente e gestão, entusiasta da area de negócios e do mundo corporativo. Leitora voraz, incapaz de passar mais do que um par de dias sem um livro na mão.