full screen background image
Primeiro dia do resto das nossas vidas

O quarto dia do resto da nossa vida!

Uau, que livro! Eu sou apaixonada por livros com passagem temporal longa, sabe? Desses que começam um ano e terminam dez depois. Adoro, desde sempre adorei. Meu primeiro livro, inclusive, começa aos 22 anos da protagonista, intercala com os 15 e termina láááá pelos 28. A-do-ro. O Primeiro Dia do Resto da Nossa Vida não fica atrás nesse quesito.

Confesso: demorei um século para ler esse livro. Não engatou de primeira, não engatou de segunda, não engatou de terceira… Mas na quarta, foi. E como foi!

Vamos à sinopse:

Tess e Gus foram feitos um para o outro. Só que eles não se encontraram ainda. E pode ser que nunca se encontrem… Tess sonha em ir para a universidade. Gus mal pode esperar para fugir do controle da família e descobrir sozinho o que realmente quer ser. Por um dia, nas férias, os caminhos desses dois jovens de 18 anos se cruzam antes que os dois retornem para casa e vejam que a vida nem sempre acontece como o planejado. Ao longo dos dezesseis anos seguintes, traçando rumos diferentes, cada um vai descobrir os prazeres da juventude, enfrentar problemas familiares e encarar as dificuldades da vida adulta. Separados pela distância e pelo destino, tudo indica que é impossível que um dia eles se conheçam de verdade… ou será que não? “O primeiro dia do resto da nossa vida” narra duas trajetórias que se entrelaçam sem de fato se tocarem, fazendo o leitor se divertir, se emocionar e torcer o tempo todo por um encontro que pode nunca acontecer.

Como ficou nítido na sinopse, o livro nos conta a história de Tess e Gus e de como eles são feitos um para o outro… mas não se encontram. E o pior: pode ser que nunca se conheçam! A história começa em 1997 e mostra vááários momentos em que o casal se esbarra, se encontra, passa pelo mesmo local, mas nuuuuunca conversam. Ai, que agonia! Várias vezes gritei com o livro: “NÃO, MULHER, ESPERA UM POUQUINHO, DEIXA SUA IRMÃ PEQUENA PASSEAR PELO SHOPPING SOZINHA E CONVERSA COM ESSE TCHUTCHUCO NA FILA ATRÁS DE VOCÊ!!”. Não posso falar muito, não quero das spoiler, mas que deu agonia, deu!

Não há o que pontuar de errado no livro. Apesar de ter demorado para me cativar, a narrativa do livro é muito bem encadeada e gostosa. Os personagens têm profundidade, são quase reais. Eu senti vontade várias vezes de concordar em voz alta com a amiga de Tess, ou com um parente de Gus… Não que eu tenha feito isso (fiz sim), imagina, eu não converso com meus livros (converso sim). 😀

Recomendo bastante esse livro para quem tem paciência e dá segundas chances para livros que não te pegaram de primeira. É deliciosamente encantador e valeu cada uma das quatro tentativas!

Arqueiro

 

Título: O Primeiro Dia do Resto da Nossa Vida
Título Original: Miss You
Autora: Kate Eberlen
Editora: Arqueiro
Formato: Brochura
Edição: 1
Ano de edição traduzida: 2016
Número de páginas: 432
ISBN: 9788580416213



Revisora, autora, embaixadora do Wattpad, professora de português, Kindle-lover, apaixonada por livros indies, autores nacionais, Kimbra, 30STM, Brandon Jay McLaren e RuPaul's Drag Race. Escrevia sob o pseudônimo de Sissy Walker, mas decidiu sair do armário e assumir a autoria de seu primeiro romance, "Lena - Abrindo as Asas".